Atrações mais perigosas do mundo

Atrações mais perigosas do mundo

Atrações mais perigosas do mundo

Já pensou em encarar seu medo em aventuras alucinantes ao redor do mundo? Estou perguntando se você teria coragem de ir nas atrações e nos parques mais assustadores do mundo. Você teria coragem? Hoje vamos falar sobre as atrações mais assustadoras do mundo, que eu duvido muito que você teria a coragem de ir!

Perigo

Queda Livre – Soweto, África do Sul

Em Soweto, África do Sul, existe um passeio emocionante que se chama Scad Freefall. Essa atração fica dentro de uma central elétrica desativada na qual existem duas grandes torres que faziam o resfriamento de uma usina. Construídas em 1951, o local que antes era usado como uma central elétrica hoje se tornou em uma aventura bem interessante no qual você sobe em uma plataforma móvel que te ergue a 70 metros de altura, alcançando o topo da torre. Depois, lá de cima a pessoa tem que se jogar dentro da própria torre, caindo em uma espécie de cama elástica que vai te capturar deixando o impacto bem suave.

Xcream – Las Vegas, USA

Essa próxima atração fica no topo de um hotel em Las Vegas e se trata de uma fusão entre uma gangorra e uma montanha russa em cima de um prédio. O brinquedo se movimenta para cima e para baixo e quando desce você dá de cara com o abismo, parando por alguns instantes. Por ser um único trecho, o carro anda para a frente e para trás aumentando a emoção e diversificando as sensações, gerando mais e mais adrenalina.

O problema não é nem ele ficar te jogando para frente ou para trás, o problema é que ele faz isso a uma altura de 264 metros e próximo a um prédio de 70 andares. Em contrapartida você estará no topo de Las Vegas com uma vista bem legal sentindo bastante adrenalina. Segundo os relatos de pessoas que foram nesse brinquedo é muito difícil conseguir apreciar a vista de lá de cima, por que na hora a última coisa que você quer fazer é ficar admirando a vista.

Brinquedo emocionante
Xcream – Las Vegas, USA

CN Tower – Toronto, Canadá

Localizada em Toronto no Canadá a CN Tower é tão radical que possui até um recorde mundial no Guines book devido a atração Edge Walk, que consiste na maior caminhada ao lado de fora de um prédio. A atração fica em uma plataforma aberta a 365 metros de altura, na qual a pessoa fica amarrada em cordas de segurança que permitem que ela consiga andar pelas bordas do prédio, pelo lado de fora e tudo isso a 365 metros de altura. Você teria coragem de ficar pendurado na beirada de um prédio? Por estarem amarrados nas costas, as pessoas podem andar com os braços livres sem se preocupar em segurar em nada, seja um corrimão ou uma corda por exemplo, o que dá a sensação de um desespero maior.

Para visitar essa atração é formado um grupo de seis pessoas que como já foi dito, são protegidas com cordas e ganchos deixando o corpo praticamente livre para você poder sentir a adrenalina. Lembrando que essa atração galera fica localizada a 365 metros do chão! Isso é maior que um prédio de 100 andares para vocês terem uma noção.

Edge Walk, cn tower
Edge Walk, CN Tower

Volcano Boarding – Nicarágua

Antes de tudo, como o assunto é adrenalina vou fazer uma pergunta para vocês:

Vocês chegariam próximo de um vulcão? Agora uma outra coisa, você desceria de um treno em cima de um vulcão ativo?

Pois então, alguns malucos não estavam satisfeitos com os esportes radicais que já existem e inventaram esse. A descida de trenó em um vulcão ativo. O nome do vulcão é Black Rio, um vulcão de 161 anos, ativo, na Nicarágua. Embora seja novo ele já entrou em erupção mais de 20 vezes. Por ser feito de pequenas rochas vulcânicas do tamanho de uma moeda é possível pedalar ou surfar pela encosta do vulcão. Para iniciar essa brincadeira os aventureiros devem subir uma longa caminhada de 45 minutos para chegar a uma altura de 728 metros onde a descida rola. Com inclinação de 45 graus é possível chegar a 86 km/h e mesmo parecendo uma atividade muito perigosa, descer de trenó na encosta de um vulcão, os maiores riscos dessa brincadeira segundo um dos organizadores é apenas um tipo de alergia na pele que pode ser causada pelas cinzas vulcânicas.

Zorbing – Nova Zelândia

O Zorbing é um novo esporte para os amantes de adrenalina no qual você tem que entrar em uma bola especial chamada de Zorbing. Dentro dessas bola o objetivo do jogo é descer uma ladeira muito inclinada, ai você já imagina o que vai acontecer! O Zorbing desce com muita velocidade e ganha quem chegar primeiro. Essa brincadeira radical foi criada na Nova Zelândia em 2002. A bola é feita de um material de PVC e além de ser composta por duas esferas uma dentro da outra ela conta também com uma câmera de ar para amortecer os impactos. Mas não vá achando que só por que é uma bola que não vai ser rápido, ela pode chegar a 50 km/h em uma descida muito louca.

Esse esporte se tornou muito popular em vários países do mundo e buscando atingir mais pessoas eles até adicionaram categorias, sendo que em uma delas as pessoas ficam do lado de fora e tentam fugir da bola gigante. Teve até mesmo uns malucos que decidiram juntar essa brincadeira radical com uma outra ainda mais radical, que no caso a pessoa pegou essa bola colocou na cabeça e entrou no meio de um rodeio. É claro que com uma ideia dessas não ia dar nada certo, melhor ficar apenas com a opção de descer a montanha, certo? Vai brincar com o chifre dos outros?

Muita emoção e mais novidade com a Zorbing
Zorbing – Nova Zelânia

El Caminito Del Rey – Espanha

Muitos viciados em adrenalina têm ido para a Espanha para fazer o famoso Camino Del Rey, um caminho bem antigo que já tem mais de 110 anos. Mesmo sendo uma aventura com muita adrenalina, para fazer esse caminho você não precisa ser um alpinista experiente, o único requisito que os aventureiros devem ter é de no mínimo de 12 anos de idade, além de não ter medo de altura.

No Caminito, construído em 1905, a atração é andar em um estreito caminho nas paredes de um desfiladeiro com alguns pedaços de madeira bem velhas, e lugares que mal cabem seu pé. Apensar de tudo os trabalhadores dizem que é confiável, uma vez que esse era o caminho que eles faziam para se locomover entre duas usinas Hidroelétricas. Os trabalhadores falaram que atualmente está seguro fazer o percurso, porém durante os anos 2000 o caminho acabou sendo interditado, pois duas pessoas que estavam passando por lá acabaram caindo no abismo. O caminho tem cerca de 3km entre escadas, pontes bem perigosas e muitas pedras. Outra curiosidade é que no caminho tem uma passarela que possui apenas um metro de largura e sobe 100 metros acima do rio. Vai encarar?

Furius Baco – Espanha

De todos os brinquedos radicais e assustadores trazidos nesse post vamos falar de um mais “tranquilo”, a montanha russa Furius Baco, localizada em um parque espanhol. Até 2009 era a montanha russa mais rápida de toda a Europa. Geralmente quando andamos em uma montanha russa os carrinhos são pequenos, todo mundo fica um do lado do outro. Já essa não, as cadeiras ficam para fora dando uma sensação aterrorizante que você vai bater nas coisas. O brinquedinho “tranquilo” detinha o título de mais rápida da Europa fazendo 135 km/h em 3 segundos, contando ainda com um percurso com várias atrações, aventuras, loopings em um percurso de 850 metros.

Parque Temático Ordovíciano de Warsheng – China

Você ai gosta muito de altura ou tem medo de subir no segundo andar do prédio?

Se você adora encarar desafios em lugares altos esse parque é para você. Estamos falando do parque temático Ordoviciano de Warsheng, localizado na China. Esse parque foi feito justamente para pessoas que amam aventuras nas alturas, pois lá é possível brincar de gangorra, sendo que de um lado tem terra (solo firme) e do outro tem um penhasco. Contando com atrações como balançar de frente a um penhasco e as famosas pontes invisíveis. Logicamente que em todas as atrações do parque as pessoas ficam presas a uma corda. Umas das principais atrações é a ponte invisível que fica a 152 metros do chão, as famosas pontes de vidro são pontes transparentes para você andar e poder olhar para baixo vendo o abismo debaixo dos seus pés. Para muitas pessoas essas pontes são aterrorizantes, pois dão a sensação que em uma vacilada você pode cair.

Pontes de vidro
Pontes de vidro – China

Zip World Velocity 2 – País de Gales

Você já desceu de tirolesa? Pois então, essa é a tirolesa mais rápida do mundo e além de ser rápida você vai mergulhar de cabeça! O problema nem é a velocidade, mas o modo como você vai, nas tirolesas comuns você vai sentado ou em pé, mas nessa você vai deitado no estilo Super-Homem. Nessa tirolesa você desce deitado com um lindo visual, sobrevoando a montanha Penrhyn Quarry no país de Gales. A suas mãos vão grudadas ao corpo e você vai ficar com o rosto virado para o chão descendo a uma velocidade de 160km/h por cerca de 1,5km.

O percurso é rápido, porém é perigoso e como você está totalmente amarrado você não consegue se mexer direito, e é por isso que se você por algum motivo for para essa atração deve ter alguns cuidados, sendo que antes do seu voo eles entregam óculos especiais e um capacete, por que nessa velocidade qualquer coisa que bater em você pode machucar, principalmente os olhos.

Terror Dactyl – Colorado, USA

São as sensações e a adrenalina que compõem essa atração. Terror Dactyl vem na verdade de Pterodactyl, por que nessa brincadeira o aventureiro tem que voar como se fosse um Pterodactyl. Não tem muito haver mas é o que eles querem simular, uma vez que os participantes são jogados de uma altura muito alta de “bico” como se estivessem dando um mergulho de um pássaro, no caso de um Pterodactyl.

Esse brinquedo aterrorizante fica na beira de um penhasco de 60 metros de altura e você é jogado no meio de um desfiladeiro, podendo ver tudo como se realmente fosse um dinossauro que estivesse voando por ali. Esse penhasco está localizado no Colorado, EUA. Durante o salto o jogador pode atingir até 100km/h e no final ainda fica depurando como em uma gangorra indo para a frente e para trás.

abreulima